Um chamado à Intersindical

Vivemos um importante momento na reorganização da luta dos trabalhadores do país. Neste processo, a Conlutas vem se construindo como um pólo de aglutinação de forças para a luta dos trabalhadores em defesa de seus direitos e interesses, tanto os imediatos como os históricos.

Para nos contrapor, entretanto, aos ataques que o governo e os patrões já impõem, assim como para resistir à ofensiva que certamente virá com a crise, é mais do que necessário construirmos uma alternativa única de organização para a luta dos trabalhadores.

Conlutas e Intersindical têm, evidentemente, muitas diferenças. Mas têm muito mais acordos. Não há razão para não unir forças na construção de uma única organização, mais forte, para levar adiante as lutas da nossa classe e, juntos, buscar atrair outros setores a este projeto.

Sabemos que um processo como este não é simples. Implica em paciência e generosidade políticas. Mas também em disposição e perseverança na busca da unidade.

Para isso, precisamos dar os primeiros passos no sentido da unidade. Precisamos estabelecer uma agenda de discussões de temas estratégicos, criando base política para a unidade.

É fundamental que também nos unamos nas lutas concretas da classe trabalhadora.
No final de semana de 13 e 14 de abril, a Intersindical realizou um Encontro Nacional. Sabemos que tal encontro foi polarizado entre companheiros que defenderam buscar a construção de uma nova organização unificada e outro setor que se contrapõe a esta idéia. Estivemos na abertura do encontro levando a saudação da Conlutas e fazendo um chamado à unidade.

A reunião nacional da Conlutas aprovou um convite à Intersindical para o Seminário Sindical Nacional, no dia 31 de maio e 1º de junho, parte dos preparativos do Congresso. A Conlutas também convidou uma delegação da Intersindical para o próprio congresso. A proposta e convites se dirigem também a todas as organizações e movimentos que estejam no campo dos trabalhadores e tenham disposição de avançar na construção de uma forte organização nacional, capaz de ser o instrumento que nossa classe precisa para defender seus direitos.
Post author
Publication Date