Todos a Brasília para barrar o reuni de Lula

Chegou a hora de cobrar a fatura de Lula. Conlutas, Conlute e demais organizações dos movimentos sociais irão a Brasília para protestar contra a reforma da Previdência, o REUNI e as maracutaias que absolveram Renan Calheiros.
Espera-se que aproximadamente 15 mil trabalhadores e estudantes marchem sobre a capital. A Conlute já começou a organizar caravanas de ônibus em universidades e escolas e as expectativas são muito promissoras.

Somente na cidade da São Paulo já estão confirmados 17 ônibus divididos entre os estudantes da USP, PUC-SP, CEFET e escolas técnicas estaduais. Em Goiás, o DCE UFG levará 10 ônibus da capital e do interior. Na Bahia, a previsão é conseguir completar quatro ônibus.

A heróica resistência cons­truída nas universidade a partir de passeatas, aulas públicas, abaixo-assinados e ocupações deve se fazer presente na marcha. Só a unificação dessas lutas e a construção de uma greve geral da educação podem barrar o REUNI, os decretos dos governadores nas universidades estaduais e o IFET nas instituições federais de educação tecnológica.

Plenária da Frente de Luta dia 25
No final de setembro aconteceu no Rio de Janeiro uma reunião nacional da Frente de Luta Contra a Reforma Universitária. Estiveram presentes cerca de 80 representantes de CAs, DCEs, Executivas de Curso e grêmios secundaristas.

Deliberou-se que a Frente organizará um ato na UniRio para protestar contra a presença do Ministro da Educação Fernando Haddad entre os dias 9 e 11 outubro; participará da marcha do dia 24; e realizará uma plenária no dia 25 também em Brasília.

A plenária fará o balanço da luta contra o governo e apontará as próximas atividades até o final do ano. A Conlute convida a todos a se somarem à plenária da Frente.

Post author
Publication Date