Um convite à ousadia

“Organizar a esperança, conduzir a tempestade,romper os muros da noite.”

No último semestre o movimento estudantil mostrou sua força através de várias lutas por todo o país. Ocupamos reitorias, fizemos greves, pulamos catracas e enfrentamos a polícia e a imprensa vendida. Dia 24 iremos a Brasília para lutar contra o Reuni de Lula.

Essa disposição de luta e a efervescência política da juventude colocaram em evidência o descontentamento dos estudantes com a situação de crise da educação pública.

Para manter os interesses do capital, se destroem os serviços públicos, os direitos dos trabalhadores e da juventude, e fazem de nós uma mão-de-obra barata e alienada. Somos bombardeados todos os dias pela ideologia de que o mundo é assim mesmo, que basta ter força de vontade para as coisas melhorarem.

Lutamos em defesa da educação pública, mas os muros das universidades e escolas não nos detêm. Nossas conquistas são importantíssimas, mas podem virar fumaça caso não travemos uma incansável luta contra os exploradores e aqueles que mantêm a dominação. Lutamos, sobretudo, por outra sociedade em que a juventude e os trabalhadores possam se desenvolver plenamente sem as amarras do capitalismo, em que as minorias possam se expressar livremente, em que racismo, machismo e homofobia não tenham vez.

Não temos vergonha de falar que queremos uma sociedade socialista. Não aquelas deformações do antigo Leste Europeu, mas um socialismo construído pelos próprios trabalhadores, onde a democracia operária seja um princípio e as divergências políticas façam parte da construção de um novo Estado.

“Ela virá, a revolução conquistará a todos o direito não somente ao pão,
mas, também, à poesia”.

Para Juventude do PSTU isso só será possível com uma revolução, que rompa com os velhos padrões vigentes e inaugure uma nova época para humanidade. Não acreditamos que isso será obra de algum coronel ou parlamentar de plantão. Só através de um partido socialista, revolucionário e democrático teremos êxito nessa empreitada. Os nossos únicos aliados são os trabalhadores.

Sabemos que a tarefa de mudar o mundo não é fácil, no entanto, mais difícil ainda é viver sob uma sociedade como a nossa, que não nos oferece perspectivas e transforma corpos e espíritos em mercadorias.

A Juventude do PSTU tem se fortalecido como uma alternativa em cada processo de luta. São jovens e estudantes que procuram um projeto de vida que não pode ser encontrado nos shoppings, programas de TV, ONGs ou partidos reformistas.
Fazemos um chamado para construir o futuro! Fazemos um convite à ousadia! Venha conhecer a Juventude do PSTU!

Post author Ellen Ruiz, da Secretaria Nacional de Juventude do PSTU
Publication Date