PSTU faz apresentação do partido a operários

Eles não foram convidados ao Fórum Social Mundial do governo, mas para o PSTU são a força principal que dirigirá a revolução. No dia 29 de janeiro, cerca de 150 operários da construção civil marcaram presença na reunião de apresentação do PSTU, realizado no clube Monte Líbano.

O salão ficou completamente tomado pelos operários. A vida dura dos peões foi lembrada. “Não recebemos o lucro que produzimos, ele vai para o avião do patrão, a escola particular do filho, as viagens de féria… é uma sociedade injusta em que tudo o que conseguirmos é através de nossa própria luta”, afirmou Cleber Rabelo, servente, dirigente do PSTU e diretor do Sindicato da Construção Civil de Belém.
“Acreditamos que a vida só vai mudar de verdade se fazermos uma revolução e o PSTU acredita que são os operários que podem fazer isso”, afirmou Cleber.

Os peões, atentos, ouviam um discurso diferente de tudo o que sempre ouviam. Ao final, dois operários declamaram poemas exaltando a luta e a revolução, emocionando todos os presentes.

Três operários se filiaram na hora. Outros quinze se inscreveram num curso do PSTU, a fim de conhecerem melhor o partido.

Post author
Publication Date