Luta contra as opressões marca atividades da Conlutas

Uma série de atividades da Conlutas no Fórum Social Mundial debateu a luta contra as opressões. Ao contrário do discurso despolitizado ou governista de uma série de entidades, a Conlutas sempre aliou a necessidade do combate às opressões com a questão de classe.

Nesse marco, no dia 31 de janeiro ocorreram as reuniões dos Grupos de Trabalho (GT) da Conlutas dedicados ao tema. Os GT´s de GLBT, Negros e Negras e de Mulheres atraíram centenas de ativistas. Um ponto comum nas reuniões foi a discussão sobre a crise econômica e seu impacto, dado que os setores mais atingidos dos trabalhadores são justamente os setores oprimidos.

Após a reunião do GT de Mulheres, o Movimento Mulheres em Luta, da Conlutas, realizou um panelaço pelas ruas da Universidade Federal do Pará, chamando a atenção dos participantes do FSM e da imprensa, entoando palavras de ordem como: “Mulheres na luta contra a opressão, abaixo o desemprego e a exploração” e “Liberdade ao nosso corpo, liberação do aborto”.

Post author
Publication Date