No momento em que o país tem 70 mil mortes pelo coronavírus e o Ceará registra 6.777 mortes pela doença, a Prefeitura de Fortaleza (CE) liberou uma área para desmatamento na Área de Proteção Ambiental (APA) da Sabiaguaba que equivale a 50 campos de futebol. A área pertence à zona de amortecimento do Parque do Cocó, rica em biodiversidade e onde vivem inúmeras espécies de animais.

A votação do projeto ocorreu durante reunião do Conselho Gestor da Sabiaguaba, nesta quarta-feira (8), coordenada pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma).

Biólogos, pesquisadores e ativistas ligados à proteção do Meio Ambiente denunciam o projeto destruidor, que coloca em risco até espécies raras e em extinção. Também denunciam a falta de debate com a comunidade e a rapidez na autorização de desmatamento.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Segundo informações da Agência Eco Nordeste, já estão disponíveis informações sobre o novo loteamento da área que será devastada no site da empresa responsável.

A cidade de Fortaleza é marcada pela forte especulação imobiliária e megaconstruções, inclusive em áreas de conservação ambiental, como é o caso do próprio Parque do Cocó.

O PSTU repudia essa ação do Prefeito Roberto Cláudio (PDT) e do Governador Camilo Santana (PT), que pretendem mais uma vez “passar a boiada” e destruir a natureza para dar de presente ao empresariado e à especulação imobiliária.