Página 2

    NOTA 1

    Censura – Durante os protestos realizados no estádio Mané Garrincha, no último dia 15, a rádio Band “interrompeu” sua programação por alguns minutos “por determinação da FIFA”. No momento, a repressão rolava solta fora do estádio. 

     

    NOTA 2

     P2 – Durante um dos protestos em São Paulo, um repórter do Opinião Socialista fotografou um homem suspeito de ser “P2”, informante da PM. “Pode tirar uma, a gente tem 10 de vocês”, disse o agente. 

     

    PÉROLA

    Vamos esquecer toda essa confusão que está acontecendo no Brasil.
    Pelé, em dia de Rainha Maria Antonieta, falando que o que importa é a Seleção. Durante a Revolução Francesa (1789) a rainha Antonieta perguntou a razão da revolta. “Falta pão ao povo, majestade” disse sua empregada. “Não tem pão, que coma brioches!”, 
    disse a rainha.  
     

    INCENDIANDO A COPA

    No dia 17 de junho, quando estouram os protestos país afora, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo (PCdoB), disse que faria de tudo para evitar que os protestos se espalhassem pelas capitais brasileiras afetem a realização da Copa das Confederações. Prometeu reprimi-los com força. “Quem achar que pode tentar impedir enfrentará a determinação”, bradou Rebelo que de comunista só tem o sobrenome.

     

    THE BEST OF…

    As melhores palavras de ordem e cartazes das manifestações: “Bem vindo a Copa das manifestações”; “Queremos cura para a fome”; “Mas felicidade, menos Feliciano”; “Tomate, mais caro que dólar”; “The Alckmin dead”; “Acabou o amor, isso aqui vai virar a Turquia”; “Enfia R$ 0,20 no SUS”; “Quando seu filho ficar doente leve num estádio”; “Se o povo acordar, eles não dormem!”; “Não adianta atirar, as ideias são à prova de balas!”; “Põe a tarifa na conta da Fifa!”; “Ô fardado, você também é explorado!”; “Sem censura, acabou a ditadura”.

     

    “SIEG HEIL”

    Na manifestação do dia 20 de junho,  um grupo de ativistas de extrema direita tentou agredir e capturar bandeiras e faixas vermelhas de militantes de esquerda e dos movimento sociais. Uma bandeira foi queimada diante de fotógrafos e cinegrafistas.  O jornalista Luiz Carlos Azenha assistiu uma as incursões dos direitistas. “Depois de uma delas, no meio da confusão, notei que meia dúzia de militantes levantou seguidamente o braço direito e gritou três vezes ‘sieg heil’”, relatou. Essa expressão (“Salve Vitória”) foi utilizada durante a era Nazista de Hitler. 
     
     
    TUCANOS “SEM PARTIDO”
    Após divulgar nota dizendo que não participaria das manifestações em São Paulo por entender que elas tinham “se transformado em movimento político  onde  um dos intuitos é de enfraquecer o governo do estado de São Paulo”, a Juventude paulistana do PSDB mudou de ideia. Em nota divulgada dia 19, os jovens tucanos “parabenizam” as manifestações e defende o  “apartidarismo” dos protestos. “A JPSDB Paulistana ter escolhido não participar com bandeiras, camisetas ou seja de forma institucional dos atos, foi em respeito aos desejos de todos os manifestantes para que partidos políticos não participassem e em repúdio a uma minoria que tentou se aproveitar dos atos” .

    Post author
    Publication Date