Oposição de luta vence no DCE da UFSC

Nos dias 23 e 24 de Junho foram realizadas as eleições para o DCE da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

O processo eleitoral foi polarizado pela posição do DCE quanto a Reitoria, o governo e a Reforma Universitária de Lula/FMI, havendo 3 chapas: A chapa 3 “Reagir“ dirigiu o DCE no último ano, ajudando a eleger a atual reitoria que aplica os planos da reforma Universitária na UFSC, com fechamento de cursos e a ocupação da Universidade pela iniciativa privada, sendo composta pelo PPS e Articulação de Esquerda (PT). A chapa 2 “Saber Mudar“ usou de todo tipo de manobra para confundir os estudantes quanto ao projeto do governo de “Reforma“ Universitária e o governo Lula, assumindo a posição da UNE, era composta por militantes da UJS e apoiada pela Força Socialista (PT).~

A chapa 1, “Lutar quando a regra é vender“ nasceu da luta contra a reforma Universitária de Lula e do FMI, formando um comitê dos lutadores na UFSC e foi expressão clara da reorganização do movimento estudantil, sendo a maior chapa do DCE com 87 integrantes, composta por militantes do PSTU, independentes e da Juventude Avançando, aplicando uma estoante vitória sobre os governistas e pelegos.

  • Resultado Final:

    Chapa 1: “Lutar quando a regra é vender“ (PSTU, JA e independentes) – 2302 votos
    Chapa 2: “Saber Mudar“ (UJS, FS) – 1031 votos
    Chapa 3: “Reagir“ (PPS, AE) – 1479 votos