Nota da Conlutas de apoio à greve dos professores de São Paulo

A Coordenação Nacional de Lutas (CONLUTAS) vem a público manifestar o seu apoio e solidariedade aos professores da rede estadual de São Paulo, que aprovaram greve em defesa do emprego e da estabilidade de todos os professores temporários.

Estamos com essa categoria contra mais uma política neoliberal de Alckmin, o Projeto de Lei Complementar 26, que é um ataque à educação pública de São Paulo. Se esse projeto for aprovado na Assembléia Legislativa, provocará a precarização e a demissão de 120 mil professores temporários.

Chamamos as entidades sindicais, estudantis e populares a apoiarem a greve dos professores, enviando notas de apoio à greve para os seguintes endereços:

Gabinete do Governador: Geraldo Alckmin
Fax: (0xx11) 2193-8621
e-mail: [email protected]

Gabinete do Secretário de Educação: Gabriel Chalita
Fax: (0xx11) 3258-6179
E-mails: [email protected] / [email protected]

Com cópia para:
CONLUTAS
e-mail: [email protected]