Nesta quinta, PSTU deixa o recado na TV: Dilma, na Copa vai ter luta


Programa semestral do PSTU vai ao ar nesta quinta, 10 de abril, às 20h30 no horário de Brasília

Em junho, a juventude e os trabalhadores foram às ruas na esperança de mudar o país, mas, passado quase um ano, os governantes nada fizeram e o Brasil não mudou. É a partir daí que o programa do PSTU na TV denunciará as desigualdades sociais, que só aumentam e se aprofundam, produzindo, na prática, dois países: um para os pobres e outro para os ricos.

A saúde, a educação pública, os transportes, continuam um caos, não há creches para as crianças, passe-livre para a juventude, os operários morrem nos canteiros de obra por falta de segurança“, afirmará no programa Zé Maria, pré-candidato do PSTU à presidência. Por outro lado, “os banqueiros, empresários, políticos corruptos, vivem em mansões luxuosas, são tratados em hospitais modernos e andam de um lado para o outro em helicópteros“, compara.

Nesse contexto, o PSTU vai denunciar os 30 bilhões gastos com a Copa, enquanto as escolas e hospitais continuam caindo aos pedaços, situação que beneficia apenas as empreiteiras e a Fifa. No programa de TV, o PSTU explicará que os governantes, tanto do PT, quanto PMDB ou PSDB, são financiados por grandes bancos e empresas, e são para eles que governam após eleitos.

O recente escândalo da Petrobrás também será denunciado. Porém, ao contrário do que faz grande parte da imprensa e a direita, que se aproveitam do escândalo da compra superfaturada da refinaria nos EUA para defenderem a privatização da Petrobrás, o PSTU vai explicar que é justamente esse processo de privatização, aplicado pelos governos do PSDB, e depois pelo PT, que está destruindo a estatal.

Opressões
A luta contra a violência machista e os inúmeros casos de estupros estará presente no bloco apresentado por Vera Lúcia, presidente do PSTU de Sergipe e pré-candidata a deputada federal. Vera também denunciará a violência contra negros e homossexuais. “A violência é diária contra os negros e homossexuais, o racismo e a homofobia fazem várias vítimas todos os dias, a maioria da classe trabalhadora pobre e negra“, afirmará.

Já Zé Maria também vai denunciar a escalada de repressão policial, tanto contra os protestos como nas periferias, contra a juventude pobre e negra. O PSTU vai exigir o fim da criminalização dos movimentos sociais e o indiciamento dos manifestantes.

Na Copa Vai ter Luta
Zé Maria advertirá que somente rompendo com os bancos e empresas será possível investir em saúde, transporte e educação, mas alerta: só com luta será possível garantir as mudanças que o povo necessita, chamando a população a retomar as passeatas durante a Copa do Mundo.

Serão cinco minutos em rede nacional mostrando tudo aquilo o que você não vê na televisão. Nesta próxima quinta, 10, não perca o programa semestral do PSTU. Avise também os amigos, colegas de trabalho e parentes. Na rádio, o programa vai ao ar um pouco mais cedo, às 20h. Após a exibição, ele estará disponível no Portal do PSTU.

CONFIRME a presença no evento do Facebook e ajude a divulgar o programa