Militante do PSTU é baleado por encapuzados

O companheiro e sindicalista André Behle, candidato a presidente pela Chapa 2, Sindicato é para Lutar, chapa de oposição no Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (Simpa), foi baleado no dia 4 de dezembro às 6:30 horas da manhã, quando saia de casa.

Em frente ao prédio onde mora, um carro com três homens encapuzados que dispararam, acertando-lhe três tiros.

Um atingiu a perna na região do fêmur, causando fraturas múltiplas. Outro acertou o braço e um terceiro atravessou o pescoço na altura das cordas vocais.

O companheiro está internado fora de perigo, mas seu estado inspira cuidados.

Andrezinho, como é conhecido no movimento sindical, é militante do PSTU. Os componentes da chapa de oposição descartam a hipótese de assalto e afirmam que ele tenha sido alvo de um atentado político.

Vamos iniciar imediatamente uma campanha pela apuração da tentativa de assassinato e de repúdio a violência empregada pela diretoria do sindicato contra seus opositores.

A diretoria é ligada a Força Sindical, mas não segue nem mesmo esta central pelega, pois são mais bandidos ainda.

Solicitamos a deflagração imediata de uma campanha repudiando o atentado e exigindo investigação rigorosa. A campanha precisa ser rápida pois novas agressões e atentados podem ocorrer se o movimento social organizado e combativo não tomar nenhum tipo de atitude para impedir que esses métodos de gangster vigorem no sindicalismo e no interior da classe trabalhadora.

Por isso, pedimos a todas as diretorias de entidade sindicais e estudantis que aprovem notas e moções com as seguintes exigências e as enviem para os seguintes endereços:

a) Nota de repudio à violência desenvolvida pela da diretoria do Sindicato dos Municipários, que tem uma tradição de agressão aos seus opositores. Liberdade para as chapas de oposição realizarem suas campanhas sem serem agredidas.

Esta nota deve ser enviada para:

Diretoria do Sindicato dos Municipários de Porto Alegre

A/C de César Pureza, presidente da entidade
no Fax-PABX: (0xx51-) 3221-2136

b) Notas solicitando investigação minuciosa deste atentado com a exigência da punição exemplar destes bandidos que tentaram matar André.

Esta nota deve ser encaminhada para:

Secretaria de Justiça e Segurança do Estado do Rio Grande do Sul

A/C do Secretário José Paulo Bisol – Fax: (0xx51) 3228-2776

1ª Delegacia de Policia – A/C do Delegado Titular –
Fax:(0xx51) 3211-0211