Leia a nota da Conlutas sobre a crise da Varig

Diante da crise da Varig, a Coordenação Nacional de Lutas afirma que:

– Apóia incondicionalmente a luta dos trabalhadores da Varig em defesa dos seus empregos e direitos;

– Os trabalhadores da empresa não podem pagar pela crise que há anos a empresa atravessa;

– A responsabilidade por esta situação lamentável é unicamente das administrações desastrosas das sucessivas diretorias da empresa e das políticas econômicas aplicadas no país.

– A saída para a Varig não é o comprometimento da poupança previdenciária dos trabalhadores com a dívida, nem a redução dos seus salários. Tampouco pode ser a injeção de recursos públicos para beneficiar o capital privado.

– A CONLUTAS acredita que a medida necessária é a estatização da empresa pelo governo, sem indenização aos proprietários atuais e sem reconhecimento da dívida acumulada (que deve ser cobrada dos atuais e anteriores gestores da empresa). Assim a empresa seguirá funcionando, preservando direitos e empregos dos trabalhadores e atendendo a demanda de transporte aéreo do país. Da mesma forma, acreditamos que é importante que a gestão da empresa estatizada esteja sob controle dos trabalhadores – os diretamente empregados da empresa e os demais, através das suas organizações representativas.

12 de abril de 2006
COORDENAÇÃO NACIONAL DE LUTAS