Estudantes de Pedagogia fazem dia de luta contra projeto do MEC

Esta terça-feira, dia 13 de abril, foi um dia de manifestações em várias cidades contra o projeto de resolução editada pelo Conselho Nacional de Educação (CNE) que fragmenta o curso de graduação em Pedagogia para beneficiar a iniciativa privada. A resolução do CNE extingue a formação unitária negando, desconsiderando e desrespeitando toda a produção histórica dos educadores, professores e pedagogos nas últimas décadas.

Em Curitiba (PR), o ato contou com a presença de aproximadamente 300 pessoas durante a manhã e com 600 pessoas à noite. Nos dois protestos, os manifestantes pararam as principais avenidas da cidade e enfrentaram a repressão da polícia militar. O carro de som que acompanhava a manifestação sofreu multas no valor de R$ 2 mil. O ato foi o maior e mais combativo ato realizado pela juventude paranaense desde 2001, com a ocupação da Assembléia Legislativa do Estado.

O projeto do MEC foi imposto de cima para baixo e têm enfrentado a resistência de estudantes e pedagogos. Os protestos do dia 13 foram definidos em encontro da Executiva de Estudantes de Pedagogia.

SAIBA MAIS

  • [31/3] Com novas diretrizes, cursos de Pedagogia podem virar escolões