Estatizar o sistema financeiro e proibir a remessa de lucros para o exterior

O não pagamento da dívida externa e interna exigiria outras medidas fundamentais, sem as quais este não pagamento seria inviabilizado pelas manobras e sabotagens dos capitalistas. Somente a estatização do sistema financeiro sob controle dos trabalhadores poderia garantir a utilização destes recursos para atender as demandas sociais. A proibição da remessa dos lucros das grandes empresas para o exterior, por outro lado, impediria a fuga de capitais.