Foto: Romerito Pontes/Divulgação

O ministro Ricardo Lewandowski, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), deferiu na noite de ontem (21) o registro da candidatura de Vera à presidência da República e de Raquel Tremembé a vice, pelo PSTU.

A validação do registro de candidatura pelo TSE é uma das etapas obrigatórias para quem pretende concorrer à Presidência. No procedimento, a corte eleitoral analisa se a documentação apresentada pelo candidato está em conformidade com o exigido pela legislação eleitoral.

Entre os documentos obrigatórios estão declaração de bens e certidão de antecedentes criminais. O TSE avalia também se consta, em nome do candidato, algum impedimento legal, incluindo aqueles previstos na Lei da Ficha Limpa. Os postulantes não podem, por exemplo, ter condenação por órgão colegiado da Justiça pesando sobre si.

“Agora somos oficialmente candidatas. Vamos seguir firmes em nossa campanha, junto com a militância do PSTU e do Polo Socialista Revolucionário, apresentando nos quatro cantos do Brasil um programa socialista e revolucionário”, disse Vera.

*Com informações da Agência Brasil