Araraquara faz Parada do orgulho GLBT

Ativistas caminham pelas ruas de Araraquara
Reprodução

Aconteceu no último domingo, 19 de outubro, a Parada Gay de Ararquara, no interior paulista. O recém-fundado Grupo de Trabalho GLBT de São Carlos e Araraquara da Conlutas participou ativamente do evento.

No dia 13 de outubro, numa palestra na Unesp que abordou, entre outros temas, a história do movimento gay, foi fundado o GT. Na parada, o Grupo distribuiu um panfleto e fez algumas falas resgatando o caráter de Stonewall como marco de um movimento que se construiu na luta e que assim deve continuar.

Como vem ocorrendo em nível nacional, as ONGs e a Prefeitura de Araraquara querem o atrelamento do movimento gay da cidade aos governos de plantão. Na contramão dessa tendência e apontando para uma outra perspectiva, o GT da Conlutas colocou a necessidade de o movimento se manter independente dos governos e retomar seu caráter de luta.

Contudo, ainda é preciso avançar muito nas conquistas. Para isso, o movimento gay deve estar aliado aos trabalhadores e suas lutas. Deve combater cotidianamente a opressão sofrida. Ao mesmo tempo, sabemos que nosso objetivo é a construção do socialismo como única forma de combater a exploração e a opressão que servem ao capital.