Via Dutra fica parada por uma hora durante protesto do Pinheirinho

Sem-teto em marcha na Via Dutra
Luciano Coca

Protesto engrossa `Abril Vermelho`Durou uma hora a ocupação da Via Dutra, realizada na manhã do dia 17, pelos moradores sem-teto do acampamento Pinheirinho, da zona sul de São José dos Campos, SP.

A Via Dutra foi tomada por volta das 9h30, sentido Rio de Janeiro, no quilômetro 155. Os cerca de 3.000 manifestantes seguiram até o quilômetro 153, onde pararam para fazer um ato antes de retornar para o acampamento.

O protesto fez parte do Dia Nacional de Luta, incorporado pela Conlutas (Coordenação Nacional de Lutas), no dia em que se completam 11 anos do massacre de Eldorado do Carajás (PA), no qual 19 sem-terra foram mortos pela polícia durante a ocupação de uma rodovia no local.

Além da marcha pela Via Dutra, o calendário de mobilizações segue pelo resto do mês (veja datas abaixo).

“Estamos aqui hoje para lembrar a população do massacre de onze anos atrás contra nossos companheiros e mostrar que nossa luta também é justa e não queremos que outros massacres aconteçam”, disse o líder do movimento, Valdir Martins de Souza, o Marrom.

Massacre
Em 17 de abril de 1996, cerca de 1.200 sem-terra que iam a Marabá (PA) para exigir a desapropriação da fazenda Macaxeira, em Eldorado do Carajás (PA), bloquearam a rodovia PA-150.

O então governador Almir Gabriel (PSDB) ordenou que a Polícia Militar desobstruísse a estrada. Os sem-terra foram cercados por 155 policiais militares comandados pelo major José Maria Pereira de Oliveira e pelo coronel Mário Collares Pantoja.

Na operação, 19 sem-terra foram mortos, e 69 ficaram feridos.

Dia de luta
O dia de mobilização ainda contou com paralisações na GM e em fábricas da zona sul de São José dos Campos e Jacareí, no período da manhã.

CALENDÁRIO:
23 de abril
– Paralisação contra a Emenda 3, em São José dos Campos

27 de abril – Ato pelo Dia Internacional das Vítimas de Acidentes de Trabalho e Lesionados, em São José dos Campos

28 de abril – Ato pelo Dia do Trabalho, no acampamento do Pinheirinho, em São José dos Campos