Vaias a Lula no Nordeste

Após o Pan, Lula foi recebido com vaias também em sua visita pelo Nordeste, realizada para promover o PAC (Plano de Aceleração do Crescimento). Assim como no Maracanã, a festa de aplausos foi interrompida pelas vaias, a partir de protestos em Aracaju (SE), na quinta-feira, dia 26, e em Natal (RN), na sexta-feira 27.
Em Aracaju, petroleiros, estudantes, trabalhadores da Universidade Federal de Sergipe, servidores do Incra e ativistas de outras categorias fizeram uma manifestação em frente ao Centro de Convenções contra as reformas neoliberais, o PAC, a transposição do São Francisco e os ataques ao serviço público.

Os ativistas empunharam faixas com os dizeres: “PAC – Plano de Aceleração da Corrupção – prisão e confisco de bens de corruptos e corruptores”.

Greves
Os estudantes da UFS estão em greve desde 13 de junho. Após um amplo debate na universidade, a paralisação foi aprovada em assembléia com mais de 1.800 estudantes, a maior já realizada na UFS.

Os estudantes resolveram entrar em greve devido à situação caótica em que se encontra a universidade e também se enfrentam com a reforma universitária de Lula.
Em greve também desde o dia 28 de maio, os técnicos administrativos da UFS se somam aos trabalhadores das outras universidades que se encontram em uma forte greve nacional. Entre outros pontos, eles lutam pela manutenção dos hospitais universitários e contra as fundações estatais.

Parados há 61 dias, o servidores do Incra são referência nacional na greve, que envolve todos os estados. Esta é a quarta greve da categoria nos dois mandatos de Lula. Os servidores vêm realizando fortes atividades e chamando a atenção da população de Aracaju para a situação do órgão.
Post author Roberto Aguiar, de Aracaju (SE)
Publication Date