Trabalhadores da LG Philips param a Via Dutra

Trabalhadores da LG Philips param a Via Dutra contra fechamento da fábrica
Luciano Coca

Luta é contra o fechamento da fábricaOs trabalhadores da LG Philips de São José dos Campos, que agora utiliza o nome de LP Displays, ocuparam a rodovia Presidente Dutra, às 8h30 desta segunda-feira, dia 4, em protesto contra o anúncio da empresa de fechar a fábrica.

A rodovia foi tomada em frente à empresa, na altura do km 156, sentido Rio de Janeiro. Os trabalhadores irão em caminhada pela rodovia até à Prefeitura de São José dos Campos, para cobrar das autoridades municipais uma providência sobre a possível demissão de 1.200 metalúrgicos na cidade.

Às 9h20, os trabalhadores já estavam passando pelo km 157. Os metalúrgicos realizaram uma assembléia às 7h da manhã, onde decidiram fazer a passeata pela via Dutra.

O anúncio da LG Philips sobre o fechamento da fábrica de São José dos Campos e de suas outras três unidades no Brasil aconteceu no último sábado, dia 2. O anúncio atinge pelo menos 1.200 metalúrgicos em São José (a medida ainda afeta um grande número de empregos indiretos). Segundo informações de sua direção, a empresa pode atuar até agosto na cidade.

“Não existe clima dentro da linha de produção para continuar trabalhando sabendo que isso será por pouquíssimo tempo. Os metalúrgicos querem manter os seus empregos e vão apelar às autoridades para que cobrem isso da LG Philips”, disse o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Adilson dos Santos.

A LG Philips trabalha com turnos de revezamento e também tem produção aos finais de semana.

“Vamos acionar os governos federal, estadual e municipal, a fim de que atuem na manutenção dos empregos. A empresa desfrutou de muitas isenções fiscais e benesses do Estado, mas agora quer colocar na rua milhares de pais e mães de família. Isso é intolerável”, acrescentou Adilson.