Trabalhadores assumem administração da Inox em São José dos Campos

Durante audiência no Ministério Público do Trabalho, na tarde do dia 22, os trabalhadores da Inox decidiram encerrar a greve que começou no último dia 9 e retornar ao trabalho a partir do dia 23.

Segundo o acordo firmado, os trabalhadores concordaram em voltar ao trabalho sem a quitação imediata dos salários e direitos atrasados. No entanto, ficou decidido que uma comissão de sete trabalhadores, que foi eleita hoje de manhã, em assembléia, vai assumir a administração da empresa até que as dívidas sejam saldadas.

A empresa metalúrgica, que tem cerca de 95 trabalhadores, não pagou o 13º salário, nem os salários de dezembro e janeiro. FGTS e INSS também não são pagos há vários meses. Além disso, a empresa suspendeu o convênio médico dos trabalhadores, não distribui cesta básica há sete meses e não fornece vale-transporte há dois meses.

No último final de semana, a direção da Inox começou a retirar maquinário da fábrica, levando à ocupação da fábrica, que completou quatro dias.

Para o diretor do Sindicato, José Gonçalves Mendonça, o resultado da audiência foi positivo. “A empresa têm contratos firmados suficientes para saldar a dívida e regularizar a situação dos trabalhadores. Agora, com a participação direta dos metalúrgicos na administração da empresa, estamos certos que tudo será resolvido o quanto antes. Esse resultado só foi possível graças à mobilização dos trabalhadores”, disse Mendonça.