Sinasefe filia-se à Conlutas

Entidade é o primeiro sindicato nacional a se filiar à coordenaçãoEntre 2 e 5 de novembro, os trabalhadores do ensino tecnológico federal realizaram o 20º o Congresso do Sinasefe (Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica e Profissional), em Barbacena (MG). A discussão sobre a filiação à Conlutas polarizou o congresso.

A tese apresentada pelo coletivo Sinasefe é para Lutar, composta por militantes do PSTU, PSOL e independentes e maioria da direção da entidade, defendia a filiação imediata à Conlutas. Do outro lado, organizou-se uma frente que envolveu desde as forças que seguem defendendo a CUT até a Intersindical, representada pela Ação Popular Socialista (APS). Uniram-se em torno da não filiação, com argumentos de que era preciso “mais tempo para discutir”, “que a Conlutas ainda é muito pequena”, etc. A Intersindical, a medida que vai ficando impossível continuar defendendo a permanência na CUT, dispõe-se a cumprir o papel de barreira da construção da Conlutas.

Segundo William Carvalho, coordenador geral do sindicato e militante do PSTU: “a discussão está sendo feita na base desde 2003 e se aprofundou quando o sindicato se desfiliou da CUT no congresso de 2004 com 75% dos votos”.

Durante o debate, os defensores da filiação à Conlutas ressaltaram que o início de 2007 será palco de inúmeros combates em função do pacote de contra-reformas que será encaminhado pelo governo Lula. É preciso um instrumento de luta classista e independente e hoje a Conlutas se constitui como esta alternativa.

Na primeira hora da madrugada do dia 4, após mais de cinco horas de debates, 100 delegados decidiram pela filiação e 76 votaram contra, com cinco abstenções.

Segundo Reinaldo Martins, da Direção Nacional do Sinasefe e militante do PSOL, tal decisão consagra um processo de mudança no sindicato que vem ocorrendo nos últimos anos. “A categoria está indignada com as traições da CUT e tem compreendido a necessidade de retomar um sindicalismo combativo e é com a Conlutas que vamos construir isto”, afirmou.
Post author daniel romero , de Salvador (BA), Albano teixeira e Caxinguelê, do Rio de Janeiro (RJ)
Publication Date