Senado vai discutir transposição do rio São Francisco na próxima quinta-feira

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) realiza audiência pública nesta quinta-feira (14), às 9h, para discutir a transposição de águas do rio São Francisco. O requerimento foi feito pelo senador Eduardo Suplicy (PT-SP). O objetivo do debate é esclarecer os senadores sobre o Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional.

Participe! É importante que entidades sindicais, movimentos sociais e populares enviem representações para esse debate. Essa é uma atividade importante para reforçarmos a campanha contra a transposição do rio São Francisco. O que são favoráveis à transposição tentarão ganhar o Senado para o projeto. Por isso, o movimento tem de estar presente para marcar sua posição. Vamos levantar as nossas bandeiras.

Para o debate – que será realizado com as Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), de Serviços de Infra-Estrutura (CI) e de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) -, estão convidados o ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima; o deputado e ex-ministro da Integração Nacional, Ciro Gomes (PSB-CE), em cuja gestão foi lançado o projeto; o bispo de Barra (BA), dom Luiz Flávio Cappio; o secretário de Infra-Estrutura Hídrica do Ministério da Integração Nacional, João Reis Santana Filho; o deputado Marcondes Gadelha (PSB-PA); e a atriz Letícia Sabatella, que integra o Movimento Humanos Direitos.

Também devem participar do debate o gerente do Programa São Francisco, de responsabilidade do Consórcio Logos-Concremat, Rômulo Macedo; a promotora de Justiça da Bahia e coordenadora da Promotoria de Justiça do Rio São Francisco, Luciana Khoury; o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas, Apolo Heringer Lisboa; os professores Paulo Canedo de Magalhães e João Abner, das Universidades Federais do Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte, respectivamente; e o ambientalista Henrique Cortez, coordenador do portal e do blog EcoDebate.

O governo vem tocando o projeto sem discuti-lo com a sociedade. A cada debate, precisamos mostrar a quem realmente o governo pretende beneficiar com a transposição. Não é o povo. São os grandes agricultores e empresários do campo. O programa abrange sete estados e deve atingir cerca de 16 milhões de trabalhadores rurais.