Sebastián Romero foi extraditado do Uruguai

    Sebastián Romero chega à Argentina. Liberdade já!

    PSTU-Argentina

    Como já é de conhecimento público, nas próximas horas será confirmada a chegada de Sebastián Romero à Argentina.

    Sebastián é um perseguido político há 30 meses por ordem do então presidente Mauricio Macri e de sua ministra da Segurança, Patricia Bullrich.

    Na pessoa de Sebastián, tentaram demonizar todos nós que protestamos contra o cruel ajuste implícito na Reforma da Previdência Social e nos defendemos da repressão violenta à qual fomos submetidos.

    Sebastián hoje é um preso político, como foi Daniel Ruiz, por treze meses, pela mesma causa, e isso é inadmissível em um Estado que se diz democrático.

    Chamamos ao conjunto das organizações de direitos humanos, políticas e sociais que já se pronunciaram por sua liberdade, a redobrar seus esforços nessa exigência, solicitando ao Tribunal Federal nº 12, hoje a cargo do juiz Canicoba Corral e do Governo Nacional, sua imediata liberdade e convidamos a acompanhar Sebastián em seu depoimento que será marcado em breve.

    LEIA MAIS

    Liberdade imediata a Sebastián Romero