Reforma Sindical chega ao Congresso em março

O ministro do Trabalho, Ricardo Berzoini, anunciou nesta terça, 1º de fevereiro, em reunião com as centrais sindicais, que o governo enviará a reforma Sindical ao Congresso Nacional no dia 2 de março.

A proposta da reforma foi formulada pelo Fórum Nacional do Trabalho (FNT), que reúne representantes do governo, do empresariado e de centrais sindicais. O FNT entregou a proposta de reforma Sindical em abril do ano passado. Berzoini avalia que a reforma sindical deve ser aprovada pelo Congresso ainda este ano.

Sobre o fato, o presidente da CUT, Luiz Marinho, afirmou que “seria um desastre para o presidente Lula, com o histórico que ele tem, terminar o mandato sem fazer a reforma sindical”. Está explicada a chuva de vaias que o dirigente da CUT recebeu durante sua fala no 5º Fórum Social Mundial.