PSTU não participará de manifestação de Garotinho

O ex-Governador do Rio de Janeiro e atual Secretário de Segurança do Estado, Anthony Garotinho, convidou, através de dirigentes de seu partido e da grande imprensa, o Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) para participar da manifestação intitulada “Acorda Lula“, que ocorrerá nesta terça-feira no Centro do Rio de Janeiro.

É público que o PSTU é um crítico ferrenho de primeira hora do governo Lula. Seja pela composição com setores da burguesia que controlam setores chaves do governo, seja pela postura amistosa com o governo dos EUA nas negociações da ALCA, pela proposta de reforma da previdência que ataca direitos históricos dos trabalhadores, ou pela continuidade da política econômica do Governo FHC, entre outros fatores.

Por isso nosso partido não participa e nem apóia o governo Lula. E mais que isto, estamos apoiando e participando das manifestações dos funcionários públicos contra a reforma da previdência, como foi noticiado esta semana na marcha que reuniu cerca de 30 mil trabalhadores em Brasília. Somos parte também da campanha nacional contra a ALCA, que visa a convocação de um Plebiscito Oficial para que seja o povo brasileiro que decida se o Brasil de aderir a este tratado comercial tão prejudicial ao nosso país e toda a América Latina.

Porém, seria uma tremenda incoerência a participação de nosso partido em um ato organizado pelo atual Governo do Estado. Afinal este governo, assim como o anterior (Garotinho e, depois Benedita), atacaram os trabalhadores, especialmente os servidores, que por exemplo não receberam integralmente até hoje o 13º salário de 2002. Não podemos esquecer que foi Garotinho, no início de seu mandato de Governador, um dos primeiros a levantar a proposta de taxação dos servidores aposentados.

Consideramos que esta manifestação é uma manobra “eleitoreira“ de Garotinho, que quer se apoderar de justas reivindicações dos trabalhadores, para tentar esconder o fracasso da sua administração e do atual Governo do Estado.

Rio de Janeiro, 16 de junho de 2003.

CYRO GARCIA
Presidente Regional do PSTU/RJ