PSDB e DEM também cortam verbas

A política criminosa de cortes de verbas não é uma exclusividade do governo do PT e seus aliados. A cidade de São Paulo, que também sofre com as enchentes e tem pelo menos 115 mil pessoas vivendo em áreas considerada de risco “alto” ou “muito alto”, o prefeito Gilberto Kassab (DEM) deixou de investir na capital R$ 353 milhões nas obras de combate às inundações entre 2006 a 2009. O prefeito investiu apenas 68% da verba prevista no orçamento para a de canalização de córregos, serviços de drenagem e a construção de piscinões.

Nos últimos quatro anos, o governo do estado controlado pelo PSDB deixou de investir no planejamento e em obras da drenagem urbana das cidades. Segundo dados da Assembleia Legislativa, desde 2007 nenhum centavo foi gasto na execução de novos estudos para prevenir enchentes na grande São Paulo. Por outro lado, os gastos com a dívida nunca atrasam. De janeiro a outubro, o governo tucano gastou R$ 7,8 bilhões com a dívida interna.
Post author
Publication Date