Programa do PSTU em Teresina é censurado a pedido do PT

Censura revela autoritarismo do governo e do PTUm trecho do programa eleitoral de TV do PSTU de Teresina (PI), desta quarta-feira (01/09), sofreu censura, a pedido PT, que conseguiu decisão judicial proibindo a utilização da imagem do presidente Luís Inácio Lula da Silva.

A imagem cortada mostra Lula e o presidente nacional da CUT, Luís Marinho, de mãos dadas e sorrindo. Juntamente com a imagem de Lula, o “off” (som de texto) que denuncia a postura governista CUT – entidade apoiadora das reformas neoliberais do governo que retira direitos da classe trabalhadora – também foi cortado.

A proibição de veiculação da imagem de Lula revela o autoritarismo do PT, que quer impedir o PSTU de continuar dizendo a verdade sobre os governos petistas. O PSTU utiliza a imagem de Lula para fazer críticas políticas e não acusações morais ou pessoais.

Portanto, a censura imposta ao programa eleitoral é um ataque não só ao PSTU, mas a todos que ousam denunciar que os problemas vividos hoje no município, no Estado e no País são causados, em sua maior parte, pela total submissão do governo Lula, das administrações estadual e municipal ao FundoMonetário Internacional (FMI).

O PSTU tem um tempo mínimo no rádio e na TV, dez vezes menor que o do PT e de outros grandes partidos da direita. Mesmo assim, quando o PSTU apresenta críticas ao governo, a Justiça é acionada para cortar o programa. Até o momento, em outras duas tentativas de censura, o PT não obteve sucesso junto à Justiça Eleitoral.

A assessoria jurídica do PSTU está ingressando com recurso contra a censura imposta ao seu programa eleitoral, no sentido de garantir o direito de continuar denunciando, com todas as letras, cores e sons, a traição dos governos petistas, suas irregularidades e submissão ao FMI.

O autoritarismo e a censura do PT têm tudo a ver com a proposta de Lula enviada ao Congresso Nacional para formação de um Conselho Nacional de Jornalismo (CNJ). Este Conselho nada mais é do que uma tentativa de intervenção do governo na atividade dos jornalistas, sobretudo em um momento em que as falcatruas de Henrique Meireles (escandalosamente promovido a “ministro” do Banco Central), a papelada suja do Banestado e os tentáculos do Waldomiro e seus amigos não param de servir a imprensa com vasto material.

Direção Municipal do PSTU de Teresina

Mais informações:
Assessoria de Imprensa PSTU-PI: 9975-2092