Precisamos derrotar esse sistema que coloca o lucro acima da vida

“Para mudar tudo isso que está aí precisamos derrotar esse sistema que coloca o lucro acima da vida. Para haver emprego, salário, terra, saúde, educação e moradia para a maioria é preciso romper com a ALCA e o FMI e não pagar a dívida externa.

As verdadeiras mudanças serão conquistadas com mobilização, porque só a luta do povo mudará a vida do povo. Nossa candidatura estará ao serviço da luta dos trabalhadores e oprimidos. Queremos ser uma voz nas eleições que faça ecoar as bandeiras de luta dos movimentos sociais, a campanha contra a ALCA e um programa socialista.

Entre na campanha contra a ALCA que os movimentos sociais estão organizando”

Acordo com o FMI é calote contra o povo

O acordo que o governo fez com o FMI (que teve o apoio dos 4 candidatos mais bem posicionados nas pesquisas) é um duplo calote no povo.

Estão pagando dívida aos banqueiros com mais dívida. Os 30 bilhões vão para o bolso dos banqueiros, mas quem pagará a conta será o povo. Este acordo siginificará mais desemprego e cortes nos gastos com educação saúde e investimentos. Ele exige também o fim dos direitos dos trabalhadores, ataque às aposentadorias, arrocho nos salários, aumento do imposto de renda, mais privatizações e aceleração da ALCA.

Significa também um calote no desejo de mudança do povo, ao impor a continuidade piorada do modelo econômico de FHC-Malan-Fraga-FMI no futuro governo. Pois, o FMI amarra o mandato do futuro presidente e estabelece metas a serem cumpridas até… 2005! O servidor público, por exemplo, seguirá com seu salário congelado por mais três anos.

Por tudo isso, é um escândalo que Lula apóie esse acordo que significa a continuidde do modelo neoliberal.

Fora o FMI!.

Genéricos do FMI

Serra/Ciro/Garotinho – Esses três são genéricos do FMI. São diferentes só na embalagem, no conteúdo são idênticos. Sào candidatos dos banqueiros e grandes empresários. Serra é o preferido do FMI. Ciro, como Collor, é o plano B da burguesia se Serra não decolar. O novo Collor se traveste de oposição, mas é situação desde criancinha. Beijando a mão de ACM , a banqueirada não tem o que temer.Garotinho é um “Santo do pau ôco”, no governo do Rio teve sintonia total com FHC e garantiu a Lei de Responsabilidade Fiscal do FMI.