Pelo país: Atos já ocorrem na grande SP, DF e RS em solidariedade ao Pinheirinho

Protesto em Porto Alegre hoje pela manhã

Manifestações estão ocorrendo em diversas regiões do país em solidariedade ao moradores do Pinheirinho. O objetivo é de denunciar a ação criminosa dos governos estadual e municipal do PSDB que ordenaram de forma ilegal o despejo de 9 mil famílias da Ocupação Pinheirinho, neste domingo. Os moradores foram alvo da extrema violência da Tropa de Choque e da Guarda Municipal. Os bairros vizinhos também se transformaram num campo de guerra.

Várias outras ações estão ocorrendo com o envolvimento de todas as organizações de esquerda. É muito importante que os companheiros participem.

Porto Alegre protesta contra o massacre no Pinheirinho

Com palavras de ordem, faixas e cartazes de repúdio ao massacre da Polícia Militar contra moradores da Ocupação Pinheirinho, em São José dos Campos (SP), sindicalistas, estudantes e parlamentares protestaram no início da tarde desta segunda-feira (23) na Esquina Democrática, no Centro de Porto Alegre (RS). A manifestação contou com a presença de cerca de 200 pessoas do movimento sindical popular e estudantil.

  • Veja fotos e o relato do ato em Porto Alegre, no blog do PSTU Gaúcho

    Em São Paulo manifestação em frente ao Palácio do Governo

    Cerca 350 pessoas organizadas pelo MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) estão em frente ao Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, numa manifestação em apoio aos moradores do Pinheirinho. Os manifestantes acabaram de fazer o travamento da Avenida Morumbi.

    Além dessa ação, uma marcha do Acampamento Zumbi dos Palmares em Sumaré(SP) contou com a participação de cerca de 250 pessoas também em solidariedade e apoio irrestrito e aos lutadores do Pinheirinho.

    Em São José Campos (SP), cerca de 500 pessoas, realizam um ato e percorreram as principais ruas da cidade. A Policia Militar orientou aos lojistas fecharem seus estabelecimentos como forma de segurança, porém, esses comerciantes, em solidariedade aos manifestantes, abriram suas portas e demostram seu apoio à luta dos moradores do Pinheirinho. Participaram da manifestação centrais sindicais entre as quais CSP-Conlutas, CUT e CTB os partidos políticos PSTU, PSOl entre outros. Uma carta aberta foi entregue à população denunciando essa barbárie.

    Além das manifestações que ocorrem pelo país, uma reunião, convocada para esta segunda, irá debater ações conjuntas contra a desocupação do Pinheirinho. O encontro será às 17h no sindicato dos previdenciários.

    DF – O MTST, juntamente com companheiros da CSP-Conlutas e de sindicatos e estudantes, realizou um ato em frente ao Ministério da Justiça, em Brasília. Cerca de 150 pessoas estão no local. O ato contou ainda com a presença de militantes do PSTU e do PSOL. O grupo foi ainda até o Palácio do Planalto, onde uma comissão foi recebida.

    Todo país se mobiliza em apoio ao Pinheirinho – Ontem também houve uma manifestação na Avenida Paulista com o mesmo objetivo. O ato contou com a participação de cerca de 300 pessoas e foi convocado pelas redes sociais.

    * Matéria alterada às 18h39, com informações de Ana Beatriz Serpa, de Brasília (DF)