Pelo Mundo

Estados Unidos

A rica campanha democrata

O jornal americano “The Washington Post” publicou que o candidato democrata à presidência americana, John Kerry, e os comitês do Partido Democrata levantaram mais verbas para a campanha presidencial que os republicanos. O jornal afirma que os democratas levantaram US$ 292 milhões, contra US$ 272 milhões dos republicanos.

Isto pode demonstrar a queda de popularidade de Bush, por causa da guerra do Iraque, mas demonstra também que setores importantes da burguesia sabem que terão em Kerry um fiel representante.

Argentina

Cai a popularidade do governo

O presidente argentino Nestor Kirchner sofreu uma queda de 10% em sua popularidade no mês passado. Um dos motivos é descontentamento da população, principalmente dos desempregados. O governo enfrenta um número crescente de protestos realizados por milhares de desempregados nas ruas de Buenos Aires, exigindo comida e dinheiro. Há duas semanas, camelôs, desempregados, travestis e organizações de esquerda realizaram violenta manifestação no edifício da Assembléia Legislativa da capital argentina. O protesto foi contra o chamado Código de Convivência, que criminaliza as lutas sociais, proíbe o trabalho de ambulantes, prostitutas e travestis.

Atualmente, em Buenos Aires, mais de 50% da população está abaixo da linha de pobreza.

Grécia

Greve olímpica

Os motoristas de ambulância e os paramédicos gregos anunciaram um indicativo de greve para o período dos Jogos Olímpicos de Atenas, entre os dias 13 e 29 de agosto. Eles reivindicam pagamento extra pelo trabalho nos jogos, como policiais e seguranças, que receberão um bônus pelo trabalho realizado durante as Olimpíadas.

No dia 22, houve manifestação nas ruas de Atenas, com mais de mil pessoas, para que o pagamento extra se estenda a todos os trabalhadores que atuarão nos jogos.
Post author Por Yuri Fujita
Publication Date