Os serviços dos Correios têm que ser suspensos já, por tempo indeterminado

PSTU-Correios

A ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos) emitiu uma orientação circular aos seus gestores, através do Boletim Primeira Hora, para que sejam colocados em recesso os trabalhadores com idade acima dos 60 anos; com doenças crônicas; e aqueles com baixa imunidade comprovada; os que tem filhos em idade escolar e idosos em casa sob seus cuidados, entre outros.

Além disso, orientou algumas medidas de higiene e horários alternativos de funcionamento nas diversas áreas.

São medidas ainda muito insuficientes.

Na área operacional, por exemplo, onde trabalham carteiros, operadores de triagem e transbordo, motoristas, os que não se enquadram nos chamados “grupos de riscos”, os locais de trabalhos precários continuam na mesma: sujos, sem climatização, sem EPI, sem licenciamento do Corpo de Bombeiros, etc.

Logo, todos estão vulneráveis e dependendo da avaliação subjetiva de cada gestor imediato, para avaliação das condições de atendimento ao que determina a citada circular.

Paralisar atividades

A carga qualificada (aquela que o destinatário tem que assinar para receber) ainda existente deve ser escoada, com ampla proteção à saúde dos trabalhadores, com os mesmos fazendo entrega dessa carga com EPI, através de viaturas devidamente higienizadas. Da mesma forma, deveriam ser interrompidas as postagens em todas as agências, e mantidas abertas somente para a retirada de objetos, até o escoamento da carga qualificada, com o mesmo sistema de segurança e proteção à saúde dos trabalhadores da área de atendimento.

Os prazos de entrega têm que ser cancelados até que a situação da pandemia de coronavírus seja resolvida, para evitar que os trabalhadores dos Correios que mantêm contato direto com a população sejam emissores e receptores do vírus.

Orientação

A partir desta sexta-feira, ninguém faz entrega postal externa ou interna, sem o fornecimento de álcool gel, máscaras e luvas, até que todos os serviços postais sejam totalmente suspensos.

Nossos compromissos

Refirmamos, assim, todos os nossos compromissos com a população brasileira. Exigimos da presidência da ECT a suspensão dos serviços dos Correios, imediatamente e por tempo indeterminado, com liberação de todos os funcionários, sem nenhuma redução de salários ou benefícios. Porém, sugerimos que sejam mantidas, excepcionalmente, equipes de contingenciamento que atuem em estreita ligação com o SUS, Fiocruz e OMS para a entrega de medicamentos e outros materiais necessários para ajudar a combater a pandemia do coronavírus.