O que se esconde atrás do sigilo

José Serra está tentando fabricar uma crise política ao redor da violação do sigilo bancário e fiscal de sua filha e dele próprio. Como já percebe que poderá ser derrotada ainda no primeiro turno, a oposição de direita tenta uma manobra para virar a mesa.

É bem pouco provável que esse tipo de jogada surta o efeito desejado. A vantagem de Dilma é apenas a expressão eleitoral do apoio que o governo Lula conseguiu, baseado no crescimento econômico.

É provável que alguém do PT tenha usado o poder de Estado para pesquisar ilegalmente as contas de Serra. Mas um fato chama a atenção: por que ele não pode expor suas contas bancárias e fiscais? O que Serra tem a esconder?

Os parlamentares e governantes de um lado, e os donos das grandes empresas de outro, escondem as manobras da corrupção através desses sigilos.
Nós defendemos que a direção do PT e do PSDB tenha seus sigilos bancários e fiscais divulgados. Defendemos o mesmo procedimento para todos os que concorrem ou dirigem cargos públicos de todos os partidos.

É preciso prender os corruptos e corruptores, assim como expropriar seus bens. E, como medida preventiva, abrir os sigilos dos governantes, parlamentares e dirigentes de empresas privadas e públicas.

Post author
Publication Date