Nesta quarta, 21, Zé Maria visita Petrobrás no Rio e debate o pré-sal

Para candidato do PSTU, o Brasil precisa recuperar o controle sobre todo o petróleo, inclusive o do pré-salO candidato à Presidência pelo PSTU, Zé Maria, faz nova visita ao Rio de Janeiro, nesta semana, onde conversa com trabalhadores da Petrobrás. Em meio ao debate nacional sobre o modelo a ser adotado para as novas reservas, o candidato defende o controle total sobre o petróleo e o gás. “Todos os grandes países controlam suas reservas. Não há soberania sem interromper esse saque das nossas riquezas. Os dois modelos em debate favorecem as multinacionais do setor”, afirmou.

Na manhã desta quarta-feira, 21, Zé Maria visitará o Centro de Pesquisas da Petrobras (Cenpes), na Ilha do Fundão, a partir das 6h30. No dia seguinte, ele faz campanha junto aos trabalhadores da Refinaria de Duque de Caxias (Reduc) e no Pólo Petroquímico, na Baixada Fluminense.

Nas duas atividades, ele estará acompanhado de Cyro Garcia, candidato ao governo do Estado, e Claiton Coffy, funcionário da Petrobrás e candidato do partido ao Senado. Na Reduc, eles também irão denunciar as manobras de treinamento que o Exército realizou nas instalações da empresa, entre 13 e 16 de julho.

O partido também alerta para os riscos de acidentes, ameaçando trabalhadores e o meio ambiente. Segundo o PSTU, os cuidados com segurança têm sido secundarizados, em troca do aumento da terceirização e da busca desenfreada por lucro. “Com isso, crescem os riscos de acidentes como o que aconteceu nos Estados Unidos. A mesma empresa que causou aquele acidente lá, agora irá explorar o petróleo no Brasil”, denuncia Zé Maria.

Zé Maria defende também que a Petrobrás, a nona empresa do mundo, seja 100% estatal e sob o controle dos trabalhadores: “Somente em 2010, foram distribuídos mais R$ 8 bilhões em dividendos aos acionistas internacionais”, explica. Para o candidato, “esse dinheiro deve ficar aqui, inclusive para desenvolver novas fontes de energia limpas, como a éolica”.