Minério sujo de sangue: acidente na mina da CSN de Congonhas (MG) deixa três mortos

Acidente fatal na mina Casa de Pedra da CSN, em Congonhas (MG), deixou três trabalhadores mortos nesta quinta-feira. Vários outros operários ficaram feridos com a queda de uma estrutura. Os trabalhadores eram da empresa terceirizada LMM, que presta serviço para a CSN.

O Sindicato Metabase, que representa a categoria, já havia alertado para os riscos de expansão da mina. Em comunicado, a entidade afirma que “a direção da CSN só pensa em multiplicar as milhões de toneladas de minério, com superpopulação de caminhões e um ritmo desenfreado de produção sem respeitar os critérios de segurança”.

O sindicato também informa que acidentes têm se tornado corriqueiros na mina e responsabiliza a empresa pelas mortes. “Para os donos da CSN, em primeiro lugar, vem o lucro, mesmo que isso signifique a morte de vários trabalhadores”, diz a nota.