Militante do PCdoB foi atacado em Curitiba por estar com a camiseta do seu partido

Solidariedade ao militante do PCdoB atacado por neonazistasO PSTU de Curitiba é solidário ao PCdoB e a seu militante atacado por neonazistas na Avenida XV de Novembro, região central da cidade. Ele estava com a camisa de seu partido e, por isso, recebeu ofensas e ameaças e foi perseguido por um grupo de sete a oito pessoas, armadas com facas e canivetes. Para alívio de todos, ele conseguiu escapar desse ataque político.

Esses grupos de ideologia neo-fascista têm como alvos, em potencial, homossexuais, nordestinos, negros, judeus, árabes e também socialistas, comunistas e anarquistas. Não é a primeira investida de grupos assim em nosso estado.

Nosso partido exige que as autoridades apurem o caso e identifiquem os responsáveis pelo ataque. Exigimos punição exemplar, pois trata-se de tentativa de homicídio, uma vez que os agressores estavam armados com canivetes e facas.

Por outro lado, as organizações políticas e sociais, que representam os grupos incluídos em situação de risco de ataque de neonazistas, precisam adotar iniciativas políticas imediatas, em todas as esferas, com o objetivo de travar uma dura luta política junto a sociedade e acompanhar a investigação deste caso.

Esse grupos não podem agir como vem atuando, disseminando sua idelogia machista e o preconceito, defendendo a violência contra setores da sociedade. Em especial, os homossexuais, os que mais sofrem nas mãos desses grupos, necessitam de uma legislação específica, que puna duramente a prática da homofobia.

  • Acesse a página da Secretaria Nacional LGBT do PSTU