Manifestação vai exigir reversão das 4,2 mil demissões na Embraer

Ato será em frente à fábrica, nesta sexta-feira, às 15hCentrais sindicais de todo país devem se reunir nesta sexta-feira, dia 27, num grande ato contra as 4.270 demissões anunciadas pela Embraer na última semana. A manifestação será às 15h, em frente à fábrica em São José dos Campos.

Já estão confirmadas as presenças da Conlutas, Força Sindical, CTB, Nova Central e Intersindical. O objetivo da mobilização é fortalecer a luta contra as demissões na indústria aeronáutica e reverter todos cortes, considerados arbitrários pela Conlutas e pelo Sindicato dos Metalúrgicos.

Antes da manifestação, às 11h, as entidades irão se reunir na sede do Sindicato dos Metalúrgicos para discutir sobre as mobilizações conjuntas a serem deflagradas.

“Não vamos ficar calados diante desse abuso cometido pela Embraer. Vamos chamar os trabalhadores de todas as categorias para lutarem conosco, afinal essas demissões irão afetar toda a cadeia produtiva de nossa região”, afirma o coordenador da Conlutas, Luiz Carlos Prates, o Mancha.