Manchando o socialismo

Tanto o governo cubano como seus defensores nacionais e internacionais reconhecem a existência dessas medidas. Mas dizem que se trata de “defesa do socialismo”! Basta de manchar o nome do socialismo chamando de “transformações necessárias” a brutal exploração dos trabalhadores na China ou o plano de ajuste capitalista do governo dos Castro!

Aqueles que honestamente creem defender o socialismo apoiando e justificando essas medidas prestam um desserviço à verdadeira luta pelo socialismo. Porque milhões de trabalhadores no mundo, ao ver a realidade cubana ou chinesa, vão pensar: “para que lutar pelo socialismo se significa a mesma exploração ou o mesmo plano de ajuste que vivo sob o capitalismo?”.

A verdadeira defesa do socialismo hoje em Cuba significa impulsionar a luta dos trabalhadores contra esse plano de ajuste e contra o governo que o aplica, e apoiar e defender essas lutas quando elas começarem a surgir. Passa também por exigir as liberdades democráticas, o direito de greve e a possibilidade de organizar livremente sindicatos independentes do Estado para que os trabalhadores possam se defender dos ataques do governo.

Somente desenvolvendo as lutas contra o ajuste capitalista do governo cubano será possível preparar as bases para uma revolução socialista que realmente leve a classe operária ao poder.

Post author Uma publicação da LIT-QI
Publication Date