Lula: uma colaboração fundamental para imperialismo

Antes da cúpula, Obama declarou sua admiração pelo presidente brasileiro e lhe telefonou com o objetivo de garantir o bom resultado da cúpula. Depois, Lula disse à imprensa que a cúpula deu um passo significativo para aproximar os países latino-americanos dos EUA e falou que Obama, “deve ter tomado um banho de América Latina” .

O presidente brasileiro também foi responsável pelas mediações entre os EUA e a Venezuela. “Eu disse ao Chávez: tua divergência era com o Bush e não com os Estados Unidos, este é o momento. Esse clima está pelo menos criado. A reunião permitiu dar um passo”, afirmou.

O imperialismo sabe que pode contar com a figura de um ex-operário para recuperar seu prestígio e garantir o papel subserviente dos governos da região.

Post author Da redação
Publication Date