Construção Civil de Belém: Justiça confirma prorrogação do mandato e nova coleta de votos

Trecho da decisão judicial que confirma decisão de assembleia dos operários

Eleições foram suspensas depois que integrantes da CTB/PCdoB roubaram urnas e agrediram ativistas

Confirmando a decisão dos operários da construção civil de Belém (PA), a 3ª Vara do Trabalho deferiu liminar, nesta terça-feira (9), determinando que o mandato da atual diretoria do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil fica prorrogado até a realização da nova coleta de votos, cuja data deve ser definida pela Comissão Eleitoral.

Em dezenas de assembleias realizadas pelo sindicato desde o início da semana nos canteiros de obras, os trabalhadores aprovaram a prorrogação do mandato da atual diretoria e já definiram nova coleta de votos no dia 19 de janeiro.

A resposta da categoria tem sido firme contra a lamentável prática da Chapa 2, ligada à CTB/PCdoB, no dia da eleição, no último dia 5. O sentimento é de indignação contra as cenas de violência patrocinadas por esses pelegos, para impedir a realização das eleições sindicais para a nova diretoria e o respeito à vontade da categoria. As cenas de violência, principalmente, contra as mulheres causaram muita revolta.

Confira o informe do integrante da Chapa 1, ligada à CSP-Conlutas, Cleber Rabelo, e do integrante da Secretaria Executiva Nacional da CSP-Conlutas, Atnágoras Lopes, sobre o processo eleitoral e a nova coleta de votos no dia 19.

LEIA MAIS

Construção Civil no Pará: Sem votos, chapa ligada à CTB usa violência para impedir eleição