Grevistas da FSA fazem ato em São Paulo nesta sexta

Os estudantes e professores da Fundação Santo André (FSA) em greve há 13 dias, farão um ato nesta sexta-feira, 28, às 14h, em são Paulo. Na ocasião, acontecerão reuniões do Conselho Diretor e do Conselho Universitário da FSA, na Curadoria de Fundações da Capital, que fica na praça João Mendes, centro de São Paulo.

Normalmente, esta reunião aconteceria no próprio campus da FSA. No entanto, em função da greve e da mobilização, a reitoria decidiu mudar o local. “Marcaram lá para que possam encaminhar a reunião sem que os estudantes se manifestem”, disse Joana Salay, estudante de Geografia da Fundação e militante do PSTU.

Os estudantes também acreditam que o Conselho poderá encaminhar alguma deliberação sobre o movimento, como, por exemplo, o apoio a Bermelho. Nesse caso, a localização da reunião ajudaria o reitor. Oficialmente, a reitoria divulgou dois pontos de pauta: vestibular 2008 e discussão orçamentária.

A medida não desanimou estudantes e professores. Na sexta-feira, eles farão o ato durante a reunião para exigir o atendimento das reinvindicações. A principal delas é a saída de Odair Bermelho. Além de haver indícios de corrupção na sua gestão, ele chamou e autorizou a entrada da Polícia Militar no campus para reprimir os estudantes quando estes ocuparam a reitoria.

A reitoria também encaminhou um ofício aos professores em que propunha aumentos abusivos das mensalidades, variando entre 8% e 126%. A situação da FSA, atualmente, é de sucatemaneto. O movimento também exige que não haja nenhum aumento nas mensalidades e nenhuma punição aos ativistas.