Frente de Esquerda se consolida em São Bernardo do Campo

À direita, Rogério Romancini fala ao lado de Aldo Santos
Luciana Candido

Em São Bernardo do Campo (SP), uma convenção unificada entre PSOL, PSTU e PCB definiu, no último sábado, 28, o lançamento da Frente de Esquerda. O professor e ex-vereador Aldo dos Santos (PSOL) será o candidato a prefeito e o metalúrgico Rogério Romancini (PSTU), a vice.

Para receber os convidados, uma faixa assinada pelos três partidos deixava claro o caráter da frente que se formava: “Frente de Esquerda São Bernardo Socialista”. Rogério ressaltou a importância da coligação na cidade que é “a terra de Lula”.

“Aqui em São Bernardo, a frente vai se contrapor a dois governos, o estadual e o federal, que na prática tem a mesma política de ataques aos trabalhadores”, disse Rogério referindo-se às candidaturas do PT e do PSDB. Ele é matalúrgico da Volkswagen e, há cerca de um ano, foi demitido por perseguição política. Desde então, uma campanha nacional e internacional exige a sua readmissão.

“Esta será uma candidatura a serviço das lutas e dos ideais socialistas, serão três meses de campanha eleitoral e três meses em que haverá muita luta”, completou Rogério.

Aldo destacou que esta deverá ser uma frente que lute por uma “São Bernardo que seja da maioria, nós queremos que esta campanha seja de fato o novo nesta cidade e que tenha uma cara socialista”. “Com esta frente, com o companheiro Rogerinho, nós vamos fazer uma grande campanha”, concluiu. Aldo é professor e membro da Apeoesp. A categoria encontra-se, neste momento, em greve por reajuste salarial e contra os decretos do governador de São Paulo José Serra (PSDB).

O PCB, apesar de não ter apresentado nenhum candidato para concorrer pela frente, declarou apoio total. “É imprescindível que todas as forças comprometidas com as transformações sociais construam um bloco histórico do qual a Frente de Esquerda é parte com os movimentos sociais”, declarou Edmilson Costa, dirigente do PCB. Ele afirmou que seus militantes estarão empenhados na campanha.