Estudantes ocupam reitoria da Uncisal em Alagoas

Mobilização se deu após instituição ficar em último lugar no ranking do ensino superiorApós a divulgação da lista do resultado do Exame Nacional de Desempenho (Enade), os estudantes da Universidade Estadual de ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal) fizeram uma assembléia decidiram ocupar a reitoria. A instituição foi a última colocada no ranking. Para justificar a posição na lista do governo, a universidade tentou responsabilizar os estudantes, dizendo que esses “não estudam” ou “boicotam o exame”.

Mais de 200 pessoas participaram da assembléia, que aconteceu na quarta-feira. Eles gritavam a palavra-de-ordem “resistir, ocupar / pra não privatizar”. Todos os presentes dirigiram-se ao terceiro andar do prédio da universidade e ocuparam a reitoria por tempo indeterminado. Em seguida, foram organizadas comissões para organização da ocupação.

O Enade avalia os cursos sem levar em consideração os cortes de verbas e o sucateamento do ensino superior. A política de privatização do governo é reforçada por esse exame. Com notas baixas, mais verbas são cortadas das instituições públicas. Enquanto isso, as privadas são incentivadas com projetos do tipo ProUni. Assim, o governo avalia o que ele mesmo ajuda a piorar.

Os estudantes da Uncisal necessitam, agora, de apoio político e material. Esta é uma luta contra a política de educação do governo federal e contra o Enade que foi claramente expressa por todos os presentes.

*Com Igor Bayma, de Maceió (AL)

  • Baixe aqui o panfleto da assembléia
  • Assista, aqui, ao vídeo da ocupação