Em São José dos Campos, Toninho realiza comício

Toninho fala no comício
Diego Cruz

Não teve trio elétrico, artistas famosos ou sorteio de brindes. Mesmo assim, o comício da Frente de Esquerda em São José dos Campos (SP), realizado em cima de um velho caminhão Ford, reuniu cerca de 350 pessoas no final da tarde do dia 6 de setembro. O evento ocorreu no Campo dos Alemães e reuniu, na maioria, moradores da ocupação do Pinheirinho, que vêem nas eleições mais uma batalha do dia-a-dia na luta por moradia e pela própria sobrevivência.

Entre o público, faixas pintadas à mão de apoio às candidaturas socialistas mostravam que a campanha não tem sido bancada com recursos de empresas ou empreiteiras. No lugar dos tradicionais cabos eleitorais contratados, militantes e ativistas. “Agora é a nossa vez, vote 16!” era a palavra-de-ordem.

Luta e eleição
O comício reuniu o candidato a prefeito pelo PSTU, Toninho e seu vice, Cabral (PSOL), além dos candidatos a vereador pela Frente de Esquerda, inclusive Marrom, principal dirigente da ocupação do Pinheirinho.

O comício contou também com a participação de Plínio de Arruda Sampaio (PSOL), militante histórico da esquerda e apoiador da ocupação desde o início.

Já o candidato à prefeitura pelo PSTU, se não é bem visto pela elite da cidade, no Campo dos Alemães foi recebido de braços abertos. Toninho atacou a Lei de Responsabilidade Fiscal, a prefeitura que privilegia os ricos e defendeu o lema da campanha da frente, “uma prefeitura dos trabalhadores”.