Dois trabalhadores morrem em acidente de trabalho na CSN de Congonhas (MG)

Dois trabalhadores mortos, CSN suja as mãos de sangue!Morreram nesta sexta-feira (20) Marcos Apolinário e Leandro Ferreira, que foram vítimas de acidente fatal de trabalho na mina Casa de Pedra da CSN em Congonhas. A camionete na qual estavam os trabalhadores foi atingida por um caminhão Fora de Estrada.

A morte desses companheiros é mais uma trágica comprovação das condições degradantes de trabalho às quais estão submetidos os trabalhadores da CSN. Essa triste notícia, que comove a todos, não é um raio em céu azul. Basta relembrar os três operários mortos na Mina Casa de Pedra da CSN, em 2009.

Os números de acidentes de trabalho, muitas vezes fatais, crescem na velocidade da lucratividade e da produção da CSN. A sede insaciável de lucros da empresa está matando de forma violenta homens e mulheres trabalhadoras, pais e mães de famílias, seres humanos que perdem a vida tragicamente no “mundo do trabalho” onde a única coisa que vale é a produção e as metas. Organizado pela ganância desmedida, o processo de trabalho se parece cada vez mais com um filme anunciado de mutilações, acidentes e mortes.

O sindicato Metabase Inconfidentes se solidariza com as famílias, parentes e amigos dos companheiros falecidos. Tomaremos todas as providências cabíveis para a investigação e punição dos responsáveis. Levaremos às últimas conseqüências a apuração dos fatos. Em nossa opinião, a CSN deve ser investigada, responsabilizada e punida pelas mortes. Na próxima reunião de negociação da Campanha Salarial, esse tema será o primeiro ponto da pauta!

Habitualmente as empresas têm como prática responsabilizar o próprio trabalhador pelo acidente. Esse método nefasto tem como objetivo culpabilizar a própria vítima, invertendo os papéis reais. Por isso, exigimos uma investigação transparente do acidente, com participação do sindicato. Defendemos que a CSN indenize as famílias. Exigimos também a revisão dos procedimentos de segurança na empresa e maior investimento em segurança preventiva. Além disso, defendemos uma Cipa atuante e independente da empresa.

O sindicato faz um chamado a todos trabalhadores (as): vamos nos mobilizar contra mais essa tragédia de responsabilidade da CSN. Vamos defender nossas vidas e demonstrar nossa indignação pela perda de queridos companheiros. O Metabase também convida a todos a participarem do velório e enterro.