Crise econômica ameaça emprego na CSN

A CSN já reduziu seu ritmo de produção. Várias letras de trabalho e vários setores começam a ficar parados devido a crise econômica mundial que atinge a empresa, na exportação de minério e na venda de bobinas de aço para as montadoras de automóveis; algumas quase falidas como a GM e a Ford. O silêncio da direção do Sindicato dos Metalúrgicos, ligado ao PCdoB, confirma ainda mais sua política de omissão e parceria com a CSN. A Oposição Sindical dos Metalúrgicos da Conlutas-Sul Fluminense está denunciando esta traição e faz um chamado aos trabalhadores da CSN pra se organizarem contra as demissões que estão por vir.

Post author
Publication Date