Coordenação Nacional da Conlutas aprova marcha a Brasília em outubro

Nos dias 5 e 6 de agosto, a Coordenação Nacional da Conlutas se reuniu em Brasília. Estiveram presentes entidades e movimentos de todo o país. No encontro, discutiu-se, entre outras questões, a continuidade das mobilizações em nível nacional e a preparação do congresso da entidade, que acontecerá em 2008.

Um calendário nacional de mobilização foi definido para este segundo semestre. A preparação do Plebiscito estará no centro das atividades da Conlutas neste período. Em agosto, a campanha contra a reforma da Previdência será levada à base, junto com o debate sobre os temas do Plebiscito Popular, que será realizado nos dias 1º a 7 de setembro. Já está circulando, em todo o país, o jornal da Conlutas com o debate sobre a Previdência.

Ainda em agosto, acontece a Jornada em Defesa da Educação Pública, nas universidades públicas, envolvendo a Conlute, o Andes/SN e o MST, entre outras entidades.

Após o plebiscito, no dia 25 de setembro, será entregue o resultado da consulta ao governo Lula, em Brasília, por uma comissão de entidades. Nesse dia, a Coordenação Nacional da Conlutas convocará um Dia Nacional de Lutas, com paralisações e mobilizações de rua em todo o país. No dia 24 de outubro, será o dia de todos irem a Brasília, numa grande marcha, dizer não à reforma da Previdência e às demais reformas neoliberais.

Junto com estas atividades, a Conlutas continuará nas mobilizações específicas, campanhas salariais e greves, buscando unificar as lutas para que, somando forças, sejam vitoriosas. A reunião aprovou, ainda, uma moção de apoio aos metroviários de São Paulo, que sofreram uma dura represália do governo Serra, com 61 demissões após dois dias de greve.