Conlute marcou presença no dia 23 em Brasília, e UNE não apareceu

Luiza Oliveira falou representando a Conlute
Guilherme Aranha

No dia 23, em Brasília, aconteceu uma grande vitória: mais de 6 mil trabalhadores da cidade e do campo e estudantes foram às ruas pra dizer não às reformas neoliberais do Governo Lula. A Coordenação Nacional de Luta dos Estudantes (Conlute) também deu o seu recado.

Luíza Oliveira, do Centro Acadêmico de Sociologia da UnB (Caso) e colaboradora da Conlute, entusiasmou trabalhadores e estudantes em sua fala. Ela ressaltou a importância da luta unificada de todos os setores contra os ataques do governo Lula. Dirigindo-se aos estudantes, firmou o compromisso da Conlute na luta contra a reforma universitária e na construção da Frente de Luta Contra a Reforma Universitária.

Nem a UNE, nem o DCE da UnB, ambos com PT e PCdoB à frente, apareceram no ato.