Comunidade árabe de Curitiba se despede de Bush com sapatada

Em Curitiba (PR), novas manifestações foram organizadas pelo Comitê Árabe-Brasileiro em defesa do Povo Palestino, formado por organizações políticas, entidades e comunidade árabeNo dia 16 de janeiro, um culto ecumênico na Mesquita de Curitiba reuniu líderes religiosos das crenças espírita, católica, muçulmana e candomblé. Cerca de 80 pessoas participaram de uma oração pela paz.

No dia 20, dia da posse de Barak Obama, uma nova manifestação foi organizada. Dois bonecos, um com a foto de Bush e outro com a do primeiro-ministro de Israel Ehud Olmert, ficaram expostos na Boca Maldita para que as pessoas que transitavam pelo calçadão da Rua XV jogassem sapatos neles.

Depois de muitas “sapatadas” as fotos de ambos foram manchadas com tinta vermelha, simbolizando o sangue das vítimas do genocídio étnico realizado pelo imperialismo na região da Palestina. Simultaneamente, acontecia a montagem de uma imagem da resistência palestina em mosaico, também contando com a participação da população que transitava pela Rua XV e parava para ajudar na montagem.

Uma exposição de fotos se mantém até o sábado, 24, quando um manifesto do Comitê será entregue à população. O Comitê tem como objetivos seguir com a campanha exigindo retirada das tropas de Israel da Faixa de Gaza, fim dos bombardeios e bloqueio que acontecem na região, punição dos crimes de guerra, fim do Estado de Israel e criação de um Estado laico, devolução das terras tomadas do povo palestino, entre outros pontos.

Novas atividades serão organizadas, mas o importante é que, para todos, o sentimento é de que a luta continua. Sabemos que os confrontos não se iniciaram com estes ataques de Israel e muito menos terminarão com eles.