Começa um encontro histórico para os trabalhadores

Começou o Conat, e de acordo com a organização do Congresso Nacional de Trabalhadores, cerca de 3000 delegados e observadores já passaram pelas mesas de credenciamento. A tranqüilidade do local do evento foi quebrada por palavras de ordem e pelas delegações que não param de chegas. De todos os cantos do país, delegados e observadores vieram participar de um evento que poderá ser histórico.

Entre os já credenciados, estão representantes do movimento sindical, de movimentos populares e das organizações estudantis. É a primeira vez na história do país que um congresso de trabalhadores abre espaço para estudantes e movimentos sociais que não estão organizados em sindicatos. Ainda não é possível contabilizar o número de entidades e organizações presentes.

`AtoNeste momento está sendo realizada a abertura solene do evento. Os delegados e observadores cantaram entusiasmadamente o hino dos trabalhadores de todo o planeta: a Internacional. As entidades que compõe a mesa de abertura são os sindicatos dos Gráficos de Minas Gerais, dos Servidores Públicos Federais de São Paulo, Petroleiros de Sergipe e Alagoas, entre outras entidades. Lutadores do Paraguai, Cuba, Argentina, Rússia, Costa Rica, EUA e França estão saudando os lutadores do Conat. Célia Hart, de Cuba, disse que “espera que esse seja um encontro que ajude a integração das lutas dos trabalhadores latino-americanos”.

James Petras, sociólogo norte-americano, lembrou a luta dos trabalhadores imigrantes que vivem nos EUA, e disse: “O que está em jogo aqui é um pólo de referência da classe operária dispersa e desmoralizada com a grande traição de Lula”.

André Lanchaux, da França, lembrou as fabulosas jornadas de lutas protagonizadas pelos jovens e trabalhadores franceses, em novembro do ano passado e em março de 2006, contra o CPE (Projeto que visava a precarização do trabalho). Companheiros da Itália e da África do Sul, embora não pudessem estar presentes, também mandaram saudações ao Congresso.

Oradores de várias entidades seguem neste momento enviando saudações. Após a abertura solene, o regimento de funcionamento do Conat será votado e, em seguida, um painel sobre conjuntura internacional e nacional, com diversos convidados, será realizado.

`Ato