Candidato do PSTU descarta renúncia em favor do PT

Eduardo Nunomura

São Paulo – Em hipótese nenhuma o candidato do PSTU à Presidência, José Maria de Almeida, renunciaria em favor do PT nas eleições presidenciais. Zé Maria, como se apresenta ao eleitorado, refuta qualquer tipo de acordo com Luiz Inácio Lula da Silva capaz de transferir seu 1% de intenção de votos para o petista e, assim, aumentar as chances de definir a eleição em primeiro turno. “Ele que vá pedir votos para o PL do Alencar, o (José) Sarney ou o (Orestes) Quércia. Agora, o Lula tem que arcar com as conseqüências de atos passados.“

Em setembro do ano passado, Zé Maria tentou formar uma aliança de esquerda, mas o PT não aceitou a proposta. O PSTU saiu com candidatura própria, como em 1998, e desta vez propõe o rompimento do acordo com o FMI e se opõe à Área de Livre Comércio das Américas (Alca). “Essas bandeiras são tradicionais da esquerda. O PT jogou todas no lixo por conveniência eleitoral“, critica.

Publicado em O Estado de São Paulo